Sisu 2021: notas de corte diminuem após MEC divulgar mudanças

O Ministério da Educação (MEC) divulgou na segunda-feira (11), que não haverá mais a dupla classificação do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Com essa mudança, as notas de corte de inúmeros dos cursos diminuíram. A classificação voltou a ser como era até 2019 e a mudança entrou em vigor, na atualização dos cursos da nota de corte, na madrugada desta terça-feira (13).

Na Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), por exemplo, a nota de corte para o curso de Geografia caiu de 513,7 para 464,08.

A dupla classificação do Sisu em utilização das notas de corte, eram considerados os participantes que estavam em aprovação nas duas opções de curso. Porém, com o retorno do cálculo, o candidato foi removido da classificação parcial na segunda opção de curso se ele estiver se classificando na primeira opção. Dessa forma, as notas de corte diminuem.

Os estudantes solicitavam a retirada da dupla classificação, pois entendem que esse método de classificação interfere na tomada de decisão das opções de cursos. Neste caso, pelo fato do candidato poder se matricular em uma das opções de curso, mesmo aprovado nas duas, a dupla classificação exibia um cenário errôneo na seleção dos estudantes.

Na última sexta-feira, dia 9, a União Brasileira dos Estudantes Secundarista (Ubes) e União Nacional dos Estudantes (UNE), moveram uma ação junto à Defensoria Pública da União (DPU), no ato de suspender a dupla classificação do SiSU 2021 do 1º semestre. A ação foi denotada na 4ª Vara Cível Federal de São Paulo.

No processo, as entidades requisitaram também a prorrogação em três dias das inscrições para o SiSU 2021/1, que terminariam naquela sexta. Ainda no mesmo dia, o MEC informou a prorrogação das inscrições até o dia 14 de abril.

SiSU 2021/1

As inscrições para o SiSU 2021 do 1º semestre encerram na quarta-feira, dia 14, às 23h59. O programa está oferecendo 206.609 vagas em 5.571 cursos de 109 instituições públicas de ensino superior, incluindo universidades estaduais, federais, centros e institutos federais.

Conforme a prorrogação, o resultado das inscrições foi transferido do dia 13 para o dia 16 de abril. Os convocados devem acessar o sistema para consultar quais os documentos necessários para matrícula e realizá-la entre os dias 19 e 23 de abril, nas próprias instituições de ensino. Em razão da pandemia, alguns institutos liberaram o acesso à matrícula virtual.

Lista de espera

Caso o candidato não seja convocado nos cursos de sua escolha durante o período de inscrição, poderá se manifestar na vaga da lista de espera do Sisu. A data está marcada para os dias 16 a 23 abril. O interessado deverá escolher apenas um dos dois cursos para os quais decidiu se candidatar.

As universidades são responsáveis pelas próximas chamadas ao receberem a lista de espera do Sisu. Dado o momento, os participantes convocados deverão acompanhar a exibição pelas instituições.

Ainda não realizou a sua inscrição no Sisu? Acesse o site e faça agora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.