EnemRedação

Enem 2023: veja dicas essenciais para sua redação

No próximo domingo, dia 5 de novembro de 2023, aproximadamente 3,9 milhões de candidatos inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) enfrentarão uma das etapas mais desafiadoras da prova: a redação dissertativa-argumentativa, que deve conter no máximo 30 linhas.

Além disso, os candidatos terão que responder a questões objetivas nas áreas de linguagens e ciências humanas. Diante desse desafio, especialistas e a Cartilha do Participante do Enem 2023 oferecem valiosas dicas para alcançar o sucesso nessa importante etapa.

NOTA DE CORTE SISU

Clique e se cadastre para receber as notas de corte do SISU de edições anteriores.

QUERO RECEBER AS NOTAS DE CORTE DO SISU

1. Comece pela Redação

Vale ressaltar a importância de começar a redação enquanto o candidato está mais descansado. Escrever uma redação requer reflexão e pensamento crítico, e começar cedo pode garantir uma melhor nota.

A redação não deve ser deixada para o final, pois a capacidade de reflexão do candidato é essencial para o sucesso na tarefa.

Publicidade

2. Mantenha a Calma

Os temas de redação do Enem geralmente abordam questões relacionadas à vida cidadã e problemas sociais do Brasil.

No entanto, é possível que o candidato se depare com um tema sobre o qual não estudou ou não tem amplo conhecimento. Nesse caso, manter a calma é fundamental.

Publicidade

A falta de conhecimento sobre o tema pode ser usada como argumentação, destacando a negligência do Estado e das instituições sociais em comunicar a existência desse problema.

3. Estrutura da Redação do Enem

De acordo com a Cartilha do Participante, o candidato deve produzir um texto dissertativo-argumentativo sobre o tema da prova.

É necessário defender um ponto de vista com argumentos consistentes e estruturados. Além disso, no final do texto, deve-se apresentar uma proposta de intervenção social que respeite os direitos humanos.

É crucial formular uma tese clara no início do texto, permitindo ao corretor entender o foco do desenvolvimento da argumentação.

A estrutura do texto deve incluir a apresentação do ponto de vista, argumentos bem fundamentados e a proposta de intervenção.

4. Proposta de Intervenção

A apresentação de uma proposta de intervenção que resolva ou minimize o problema, respeitando os direitos humanos, é obrigatória na redação do Enem.

O Inep sugere que sejam respondidas questões como: Quais são as soluções para o problema? Quem deve implementá-las? Quais resultados podem ser esperados?

É fundamental que haja uma conexão entre os argumentos apresentados pelo candidato e a proposta de intervenção. A proposta deve ser prática e viável, relacionando-se diretamente ao problema abordado.

5. Leia Antes de Passar a Limpo

Se houver tempo, o candidato não deve passar a redação a limpo imediatamente após terminar o texto. Distanciar-se da redação permite revisá-la com mais objetividade, identificando possíveis melhorias na estrutura, na argumentação e na clareza do texto.

6. Fique Atento para Não Zerar a Redação

A Cartilha do Participante do Enem lista as características que podem levar à nota zero na redação, incluindo fuga total ao tema, ausência de estrutura dissertativo-argumentativa, textos extremamente curtos, cópia de textos de apoio, desenhos na folha de redação, entre outros aspectos.

Possíveis Temas para a Redação do Enem 2023

Considerando o contexto atual e os temas recorrentes do Enem, alguns possíveis temas para a redação de 2023 incluem:

– Impactos da inteligência artificial: Discussão sobre o uso crescente de inteligência artificial e seus efeitos sociais e éticos.

– Escalada da violência escolar no Brasil: Análise das causas e soluções para os crescentes casos de violência nas escolas.

– Combate ao abuso e à exploração sexual de crianças e adolescentes: Reflexão sobre como proteger essa parcela da população de abusos.

– Mudanças climáticas e o impacto nos direitos humanos: Abordagem das consequências das mudanças climáticas na qualidade de vida e nos direitos das pessoas.

– Doação e transplante de órgãos no Brasil: Discussão sobre os desafios e mitos relacionados à doação de órgãos.

– Política unificada para identificar pessoas desaparecidas: Avaliação dos obstáculos na busca por pessoas desaparecidas e soluções para esse problema.

Com essas dicas e a preparação adequada, os candidatos têm a oportunidade de se destacar na redação do Enem 2023 e alcançar seus objetivos educacionais.

É importante estar bem informado e preparado para lidar com qualquer tema que possa ser apresentado na prova. Boa sorte aos participantes!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *