Sisu

Sisu 2024: 53% das vagas são para ações afirmativas

No ano de 2024, o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) dará início a um processo seletivo que disponibilizará um total de 264.360 vagas, marcando um importante momento no acesso ao ensino superior no Brasil.

Dentre essas vagas, impressionantes 53,6% serão destinadas a ações afirmativas, consolidando o compromisso do governo brasileiro com a inclusão e a diversidade no ambiente universitário.

NOTA DE CORTE SISU

Clique e se cadastre para receber as notas de corte do SISU de edições anteriores.

QUERO RECEBER AS NOTAS DE CORTE DO SISU

Com as inscrições previstas para começar em 22 de janeiro, a expectativa é de que milhares de estudantes em todo o país busquem essa oportunidade.

Em conformidade com a Lei de Cotas (Lei n. 14.723/2023), um total de 121.750 vagas estará reservado para candidatos que se encaixam em diferentes grupos beneficiários das políticas afirmativas, incluindo estudantes de escolas públicas, de baixa renda, com deficiência, pretos, pardos, indígenas e, de acordo com a recente atualização da Lei de Cotas, quilombolas.

Publicidade

Além disso, 19.899 vagas serão destinadas à ação afirmativa própria de cada instituição, que corresponde ao sistema de reserva de vagas.

Os números representam um avanço significativo no que diz respeito à democratização do ensino superior no Brasil.

Publicidade

A ampla concorrência, por sua vez, contará com 122.711 vagas, tornando-se uma alternativa para os candidatos que não se encaixam nas categorias de cotas ou ações afirmativas.

Vale ressaltar que os números de vagas mencionados são preliminares e estão sujeitos a alterações até o início oficial das inscrições.

O Ministério da Educação (MEC) lançou o Edital n. 22/2023, referente ao processo seletivo do Sisu 2024, no dia 29 de dezembro de 2023.

Uma das principais mudanças desta edição é a adoção das alterações estabelecidas na nova Lei de Cotas, que impactarão diretamente a forma como os candidatos serão classificados.

Agora, todos os inscritos na modalidade dessa lei serão avaliados com base em seu desempenho no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e em seu perfil socioeconômico, preenchido na inscrição no Sisu.

Inicialmente, os candidatos serão classificados na modalidade de ampla concorrência, e só depois, caso não sejam selecionados nessa modalidade, serão avaliados nas reservas da Lei de Cotas, de acordo com seu perfil socioeconômico.

Esse processo tem como objetivo garantir que as políticas compensatórias sejam direcionadas de forma justa e eficiente aos estudantes que realmente necessitam delas para acessar o ensino superior.

Para assegurar a distribuição justa das vagas entre os diferentes grupos contemplados pelas políticas afirmativas, todas as instituições de ensino superior participantes do Sisu 2024 seguirão os dados de distribuição de vagas de acordo com os percentuais atualizados do Censo 2022, realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Isso significa que a oferta de vagas reservadas será proporcional ao número de estudantes de escolas públicas, baixa renda, com deficiência, pretos, pardos, indígenas e quilombolas.

Inscrição Sisu 2024

As inscrições para o processo seletivo do Sisu 2024 estarão abertas de 22 a 25 de janeiro, e todo o procedimento será realizado exclusivamente pela internet, por meio do Portal Único de Acesso ao Ensino Superior, mantido pelo governo federal.

Quem pode se inscrever no Sisu 2024?

Podem se inscrever no Sisu todos os estudantes que tenham participado da edição mais recente do Enem, antes do início do processo seletivo do Sistema.

É importante destacar que esta edição do Sisu apresenta uma mudança significativa em relação ao processo seletivo anterior.

Agora, haverá apenas uma etapa de inscrição de candidatos às vagas oferecidas pelas instituições participantes para todo o ano.

Essas vagas serão destinadas a cursos com início das aulas previsto tanto para o primeiro quanto para o segundo semestre de 2024, conforme os Termos de Adesão assinados por 127 instituições de ensino superior que aderiram a essa seleção.

O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) foi instituído pela Portaria Normativa n. 2, de 26 de janeiro de 2010, e atualmente é regulamentado pela Portaria Normativa n. 21, de 5 de novembro de 2012.

Esse sistema tem como objetivo centralizar as vagas oferecidas por instituições públicas de ensino superior em todo o Brasil, tornando mais acessível o processo seletivo para os candidatos que desejam ingressar nessas instituições, sendo a maioria delas vinculadas a universidades e institutos federais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *